Como o vídeo analítico pode transformar o vídeo monitoramento?


Saiba como as tecnologias de vídeo analítico podem transformar o vídeo monitoramento

O modelo tradicional é a forma mais comum de monitorar os vídeos de segurança. Muitas empresas adotam esse modelo, pois é o mais simples de se implantar e à primeira vista é o mais barato pois não é necessário utilizar tecnologia de ponta.


Como funciona o Modelo Tradicional


Nesse método, uma equipe de Operadores de CFTV trabalha em um local (que pode ser externo ou interno a sua propriedade) observando as telas com as imagens das câmeras continuamente, buscando encontrar situações fora do padrão.


Produtividade dos Operadores no Modelo Tradicional


Esse modelo se torna muito ineficaz, a medida que a quantidade de câmeras aumenta. Conforme aumenta o número de câmeras, é necessário aumentar a equipe para monitorar as câmeras e garantir uma boa cobertura do monitoramento 24 horas por dia, isso acaba aumentando o custo da operação no monitoramento.


A prática de cada operador monitorar muitas telas, acaba colocando em risco a sua produtividade, pois a filtragem de tantas imagens diferentes pelo cérebro humano se torna comprometida. Um experimento que nos ajuda a comprovar isso, foi realizado pela Polícia Britânica. Pedia-se para que funcionários tentasse identificar uma pessoa com guarda-chuva em uma rua em meio a uma multidão. Os resultados do teste com os operadores cuidando de 1, 4, 6 e 9 câmeras eram 85%, 74%, 58% e 53% de acerto respectivamente, o que representa uma taxa de acerto menor a medida que a quantidade de câmeras aumenta, comprovando assim, que é impossível uma mesma pessoa monitorar várias câmeras ao mesmo tempo com uma boa produtividade.


Análise Inteligente de Vídeo


Diferente do Modelo Tradicional, a Análise inteligente de vídeo, também conhecida como Vídeo Analítico ou Video Analytics, oferece um monitoramento mais otimizado, preciso e menos propício a falhas. Esse modelo é muito utilizado em conjunto com uma plataforma PSIM (veja mais sobre PSIM nesse link).


As principais vantagens desse modelo são:


– maior agilidade das equipes de segurança;

– redução na dependência da ação humana;

– redução de custos;

– prevenção de perdas e ganho de eficiência;

– novas oportunidades de negócio (analisar o comportamento dos clientes, por exemplo).


Como funciona a Análise inteligente de vídeo


A Análise inteligente de vídeo processa imagem e som em busca de ocorrências ou não conformidades. O sistema identifica automaticamente eventos que possam surgir, tais como: detecção de fumaça, detecção de fogo, invasão de perímetro, aglomeração de pessoas, excesso de velocidade, abandono de objetos, corridas repentinas no ambiente e diversos outros comportamentos fora do padrão.


Quando esses eventos são identificados, o sistema emite um alerta para os operadores, que começam a acompanhar a ocorrência em tempo real e avaliar qual ação deve ser tomada.


O Software de vídeo analítico pode estar embarcado em diferentes equipamentos:


– Câmeras analógicas profissionais;

– Câmeras Termográficas;

– Câmeras IPs profissionais;

– Gravadores Digitais (DVRs);

– Network Video Recorder (NVRs);

– Servidores;


Cada equipamento/modelo possui suas funcionalidades diferentes, suportando diferentes técnicas de análise inteligente de vídeo.


Técnicas conhecidas na Análise Inteligente de Vídeo


Reconhecimento Facial


Essa técnica é muito utilizada, para reconhecer as pessoas de um determinado local, exibindo em uma tela de monitoramento as pessoas que por aquele local passam, além de gerar o histórico de eventos e presença.


Exemplo: Cada vez que uma pessoa entra por uma Porta, é identificado a face dela (já cadastrada no sistema anteriormente) e um evento de identificação de face será gerado, associando o evento com a pessoa.


Análise de Temperatura


Essa técnica é utilizada em conjunto com câmeras termográficas, que conseguem medir a temperatura de pessoas a uma certa distância, possibilitando assim, o monitoramento da temperatura das pessoas em um determinado local.


Exemplo: Pode-se utilizar essa técnica para monitorar a temperatura de pessoas ao entrar em empresas. Utilizado durante a pandemia de COVID-19 por algumas empresas para evitar a proliferação do vírus.


Detecção de movimento


A Detecção de movimento é um tipo de análise mais simples. Quando há algum tipo de movimento em frente à câmera a alteração da imagem é identificada e registrada como um evento de detecção de movimento.


Exemplo: Podemos ter uma câmera em um local de acesso restrito e configurar para que sempre que tiver movimento de pessoas gere um evento de detecção de movimento.


Barreiras Virtuais/Linhas Virtuais


O nome dessa técnica pode variar dependendo o modelo do equipamento que se está utilizando, alguns chamam de Barreiras Virtuais, outros de Linhas Virtuais, mas na prática o funcionamento é o mesmo. As Barreiras Virtuais permitem que um evento seja gerado cada vez que uma pessoa ou objeto cruza uma linha virtual que foi previamente configurada na imagem da câmera.


Exemplo: Podemos desenhar uma linha Virtual em uma imagem de câmera que possui um muro, cada vez que algum elemento atravessar essa linha um evento será gerado.


Cercas virtuais


Semelhante a Barreiras Virtuais, porém nesse caso é criado uma área, delimitando uma área que será monitorada na imagem, caso algum elemento entrar nessa área um evento será gerado.


Exemplo: Podemos desenhar um Quadrado em uma imagem de câmera que possui acesso restrito, cada vez que algum elemento entrar nessa área um evento será gerado.


Sentido e direção do movimento de pessoas e veículos


Além da identificação do movimento em si, é possível identificar qual o sentido que determinado elemento está se movendo. Essa função é muito útil quando associada ao Cruzamento de Linha Virtual para determinar a entrada ou saída de pessoas e automóveis em determinado local. Em inúmeros estabelecimentos comerciais uma mesma porta é usada como entrada e saída.


Caso você queira identificar somente pessoas que estão entrando no local e ignorar as que estão saindo, é possível escolher a direção do movimento correta e informar ao sistema de vídeo análise.


Exemplo: Na área da Segurança, uma câmera pode estar direcionada para a entrada de um estacionamento e o sistema pode estar configurado para gerar um alerta quando um veículo estiver saindo pela entrada.


Na área de Vendas, uma câmera pode estar direcionada para a entrada de uma loja e o sistema contabilizar quantas pessoas entram na loja. Posteriormente essa informação pode ser utilizada cruzando com informações de número de vendas ou valores de faturamento.


Na área de eventos, câmeras podemos ser colocadas em pontos estratégicos, para contabilizar o número de pessoas presentes no evento, realizando a contagem de pessoas que entram e que saem do evento.


Objetos abandonados e retirados


Essa técnica é utilizada para identificar pessoas entrando em um determinado local e abandonando objetos ou também retirando um objeto de determinado local.

Técnicas de Identificar objetos abandonados são muito utilizados em locais com alto risco de terrorismo, locais públicos com grande número de movimentação de pessoas.


Exemplo:

  • Câmeras são instaladas em um local público com grande número de movimentação de pessoas.